Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reforma

Tudo sobre a reforma, aposentação e reformados...

Tudo sobre a reforma, aposentação e reformados...

Reforma

06
Out13

Pensões de sobrevivência com cortes a partir de Janeiro

adm

O Governo deverá avançar com o corte na despesa com pensões de sobrevivência já a partir de Janeiro do próximo ano, avança a 'TSF'.

De acordo com a emissora de rádio, a medida foi admitida pelo Governo na oitava e nona avaliações ao programa de ajustamento financeiro e visa colmatar o chumbo do Tribunal Constitucional e a não aplicação da chamada TSU dos pensionistas.

O Governo deverá avançar com um corte de quase 4% no total da despesa com pensões de sobrevivência, atribuída a viúvas e viúvos, o que significa, na maioria dos casos, um pagamento de 60 ou 70% do valor da pensão auferida actualmente, segundo a 'TSF'.

Com esta medida, o Governo pretende poupar 100 milhões de euros, um valor inscrito num documento a que a 'TSF' teve acesso, um dos memorandos assinados com a troika.

Fontes do Governo citadas pela 'TSF' não revelaram um patamar mínimo para os cortes, mas confirmaram que serão feitas contas, como a soma da pensão de reforma à de sobrevivência, para definir as reduções.

 fonte:http://economico.sapo.pt/n

02
Out13

Pensionistas deixam de escolher entre salário e reforma

adm

Governo tem diploma para obrigar funcionários públicos a receberem apenas o salário, sem poderem escolher a pensão caso esta seja mais elevada.

O Governo quer impedir que os pensionistas que trabalhem para o Estado possam optar entre o salário e a reforma, no caso desta ter um valor mais elevado.

De acordo com o 'Jornal de Negócios', o Executivo pretende apresentar uma medida que obrigue os funcionários a receberem apenas o salário, ficando em suspenso a pensão.

A proposta consta do novo anteprojeto de lei do trabalho em funções públicas, tendo seguido na terça-feira para que os sindicatos da Administração Pública.

Com esta medida, qualquer pensionista ficará apenas a ganhar no caso de a sua reforma ter um valor inferior ao salário auferido na entidade pública.

Ainda assim, o diploma só visa as futuras situações, abrangendo os pensionistas que tenham uma reforma proveniente de fundos públicos, quer da Caixa Geral de Aposentações quer da Segurança Social.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/n


Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D