Reformados do Banco de Portugal vão receber com juros subsídios cortados

Os reformados do Banco de Portugal vão receber os subsídios de férias e de Natal que não foram pagos em 2012 e com juros de mora.

Em comunicado, o banco central explica que na altura, alguns antigos funcionários recorreram para o Tribunal do Trabalho, que lhes deu razão.  

O Tribunal Constitucional aceitou a suspensão do 13º e do 14º mês nesse ano porque estava em causa o cumprimento das metas orçamentais, e os bancos centrais estão proibidos de realizar quaisquer operações de financiamento do Estado. 

Face a esta sentença, o Banco de Portugal já deu ordem para que sejam devolvidos os montantes em falta a todos os reformados da instituição, mesmo aqueles que não recorreram para tribunal, entre os quais se encontram, por exemplo, o Presidente da República, Cavaco Silva, ou a antigo ministra Manuela Ferreira Leite. 

fonte:http://rr.sapo.pt/

publicado por adm às 22:33 | comentar | favorito