Alemanha critica descida da idade da reforma em França

Ministro das Finanças alemão diz que medida levada a cabo por François Hollande vai contra o que tem sido feito na Europa.

"Temos adaptado na Europa os nossos sistemas de Segurança Social à evolução demográfica. Os nossos países estão a envelhecer. Mas a decisão do presidente Hollande, de baixar a idade da reforma, vai contra esse sentido", disse Wolfgang Schaeuble durante uma entrevista a um diário italiano, citada na agência Reuters.

O presidente francês decidiu no início do mês restabelecer a reforma aos 60 anos no país, em vez dos 62 anos que estavam em vigor, para os trabalhadores com 41 anos de descontos. Foi uma das promessas eleitorais de Hollande, que derrotou Sarkozy nas presidenciais.

Durante a mesma entrevista, Schaeuble mostrou-se confiante no caminho seguido tanto por Espanha como por Itália. "Se Itália continuar a percorrer o caminho de Monti não haverá risco" de necessitar de um resgate, disse o ministro alemão ao La Stampa. "Espanha está também no caminho certo e não precisa de um resgate. Tem um problema específico no sector bancário e estou certo que será resolvido", acrescentou.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 23:52 | comentar | favorito
tags: