França baixa idade mínima da reforma para 60 anos

O novo Governo francês aprovou esta quarta-feira o regresso da idade da reforma para os 60 anos, para trabalhadores com pelo menos 41 anos de serviço. A mudança faz baixar em dois anos a idade mínima da reforma em França. 

O anúncio foi feiro pela ministra dos Assuntos Sociais após o conselho de ministros, avança a AFP.

A reforma aos 60 vai abranger 110 mil pessoas em 2013, com um custo estimado de 1,1 mil milhões de euros nesse ano e de até três mil milhões em 2017, ano em que termina o mandato do presidente, François Hollande, indicou a ministra Marisol Touraine.

Os trabalhadores abrangidos serão aqueles que começaram a trabalhar aos 18 e 19 anos e tenham descontado sempre para a segurança social.

Segundo a ministra, a decisão do governo é «uma medida de justiça para aqueles que foram mais duramente penalizados com a reforma de 2010», que elevou a idade de reforma em França para aos 62 anos.

A nova medida prevê que as mulheres trabalhadoras possam incluir dois trimestres por maternidade no cálculo da reforma e que os trabalhadores que tenham estado desempregados também possam acrescentar dois trimestres aos anos de descontos.

Touraine disse que a medida vai entrar em vigor em novembro.

A reforma das pensões de 2010, do governo conservador de Nicolas Sarkozy, elevou a idade da reforma dos 60 para os 62 para os trabalhadores com 41 anos de descontos e dos 65 para os 67 para os restantes.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:06 | comentar | favorito
tags: