Taxa de Solidariedade pode aumentar para quem já a paga

Para quem recebe uma pensão de cerca de dois mil euros, a taxa pode chegar aos 4% ou 5%, contra os actuais 3,5%. Quando o Governo anunciou a medida, o ministro da Presidência garantiu que a ideia era aumentar o número de pensionistas sujeito a esta contribuição e não sobrecarregá-la.

Os pensionistas que já pagam a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) podem vir a ter de contribuir mais, de modo a compensar o mais recente chumbo do Tribunal Constitucional. 

A hipótese é avançada esta terça-feira pelos jornais “Diário Económico” e “Correio da Manhã”, segundo os quais, além de alargar a Contribuição Extraordinária a um patamar mínimo de mil euros, o Governo pode vir a subir o valor da taxa para os cerca de 272 mil pensionistas que já a pagam. 

De acordo com o “Diário Económico”, o executivo está a trabalhar em cenários que agravam a taxa para quem recebe pensões acima de 1.350 euros, numa denominada “recalibragem” da CES. 

Assim, quem recebe uma pensão de cerca de dois mil euros pode ver a taxa de solidariedade chegar aos 4% ou 5%, contra actuais os 3,5%, esclarece o “Correio da Manhã”. Quem tem uma pensão a rondar os mil euros, poderá ter uma taxa de 2,5%. 

De acordo com a imprensa, o executivo Pedro Passos Coelho está ainda a fazer as contas para decidir se opta por este caminho para compensar o chumbo do Tribunal Constitucional à convergência das pensões. 

Quando o Governo anunciou a medida, o ministro da Presidência garantiu que a ideia era aumentar o número de pensionistas sujeito a esta contribuição e não sobrecarregá-la.

Renascença já contactou o Ministério das Finanças que afirmou não ter esclarecimentos a acrescentar sobre este assunto.fonte:http://rr.sapo.pt/i

 

publicado por adm às 22:40 | comentar | favorito