Corte nas pensões de sobrevivência só vai afectar 3% dos reformados

No conjunto de reformados da Segurança Social e Caixa Geral de Aposentações (CGA), a medida abrange 3% do total, afirmou o ministro.

Mota Soares garante que o corte nas pensões de sobrevivência só vai afectar 0,8% dos pensionistas da Segurança Social. No conjunto de reformados da Segurança Social e Caixa Geral de Aposentações (CGA), a medida abrange 3% do total, afirmou o ministro do Emprego e Segurança Social no Parlamento, no âmbito da discussão do Orçamento da Segurança Social.

O governante voltou a confirmar que o aumento da idade da reforma para 66 anos em 2014 não vai acumular com o corte do factor de sustentabilidade.

Mota Soares comprometeu-se ainda a levar ao terreno o programa Garantia Jovem, que pressupõe que os jovens consigam um posto de trabalho ou sejam incluídos em políticas de emprego no espaço de quatro meses, salientando que serão alocados 300 milhões de fundos comunitários nos próximos dois anos.

Governo espera recuperar 800 milhões de euros de dívida

Já o secretário de Estado da Segurança Social salientou que o Governo espera agora recuperar mais 200 milhões de euros de dívida, em 2014, face às previsões iniciais. O objectivo para o próximo ano estava fixado em 600 milhões de euros mas, agora, com o programa de regularização extraordinária de divida que durará até 20 de Setembro, acrescem mais 200 milhões.

 fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 00:34 | comentar | favorito