Pensões de sobrevivência com cortes a partir de Janeiro

O Governo deverá avançar com o corte na despesa com pensões de sobrevivência já a partir de Janeiro do próximo ano, avança a 'TSF'.

De acordo com a emissora de rádio, a medida foi admitida pelo Governo na oitava e nona avaliações ao programa de ajustamento financeiro e visa colmatar o chumbo do Tribunal Constitucional e a não aplicação da chamada TSU dos pensionistas.

O Governo deverá avançar com um corte de quase 4% no total da despesa com pensões de sobrevivência, atribuída a viúvas e viúvos, o que significa, na maioria dos casos, um pagamento de 60 ou 70% do valor da pensão auferida actualmente, segundo a 'TSF'.

Com esta medida, o Governo pretende poupar 100 milhões de euros, um valor inscrito num documento a que a 'TSF' teve acesso, um dos memorandos assinados com a troika.

Fontes do Governo citadas pela 'TSF' não revelaram um patamar mínimo para os cortes, mas confirmaram que serão feitas contas, como a soma da pensão de reforma à de sobrevivência, para definir as reduções.

 fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 18:47 | comentar | favorito