Mais 63 pensões acima de 5000 €

O Estado já atribuiu este ano mais 63 reformas com valores acima de cinco mil euros. Militares, juízes e médicos encontram-se entre os funcionários públicos que recebem acima de cinco mil euros por mês, de acordo com a listagem publicada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA).

 

O número de pensões ‘douradas’ sobe para 324, quando se somam os funcionários públicos que se reformaram com mais de quatro mil euros mensais, encontrando-se, também aqui, as mesmas classes profissionais, sobretudo militares. No total, existem neste momento 5559 reformados públicos com estas pensões acima de quatro mil euros, segundo dados da CGA.

A atribuição destas pensões elevadas tem vindo a diminuir devido, por um lado, à entrada em vigor das novas regras de aposentação pública que penalizam as reformas antecipadas e, por outro, aos cortes salariais implementados na Função Pública.

Em termos globais, reformaram-se durante este ano 18 534 funcionários públicos, menos 1516 do que em 2011, ou seja, menos 7,6% do que em 2011. O Ministério da Educação e Ciência, dirigido por Nuno Crato, continua a ser o que mais funcionários públicos perde para a reforma, com 4365 novos aposentados durante 2012.

Em segundo aparece o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, que integra os trabalhadores das autarquias, com 3965 saídas, e em terceiro o Ministério da Saúde, com 1951.

 

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/

publicado por adm às 22:18 | comentar | favorito