Homem mais rico do Mundo apoia aumento da idade de reforma para 70 anos

O empresário mexicano Carlos Slim, considerado o homem mais rico do mundo, defendeu que a Europa deve aplicar "algumas mudanças estruturais" ao Estado Social e apoiou o aumento da idade de reforma para 70 anos.


"A idade de reforma deve ser mais elevada" porque na sociedade industrial o trabalho era físico, mas agora são "empresas de serviços", onde o que importa é a experiência e o conhecimento, disse o empresário de 72 anos e presidente presidente honorário do Grupo Carso (América Móvil) numa entrevista realizada no México e publicada no jornal espanhol "El País".

A entrevista é publicada no terceiro número do suplemento "Europa" do El País, editado em conjunto com o The Guardian, La Stampa, Gazeta Wyborcza, Le Monde e Suddeutsche Zeitiung .

Carlos Slim considera que o mundo, e a Europa em particular, mais do que uma crise atravessam uma mudança de civilização cujo "sistema nervoso" é a tecnologia de informação sobre a que "estamos no princípio do seu desenvolvimento".

"É necessário fazer alguns ajustes a este Estado social estabelecido. São necessária mudanças estruturais, que se vê que (os governos europeus) não estão fazendo", e em vez disso recorrem à "receita tradicional" de ajuste do défice orçamental através do aumento de impostos ou redução do gasto público, afirmou.

Para o empresário, a receita para a Europa sair da crise passa por "vender ativos, que baixem a sua dívida e os seus défices" e "convidar o setor privado a fazer o investimento que o Estado não pode continuar a fazer".

fonte:http://www.jn.pt/P


publicado por adm às 22:37 | comentar | favorito